Pano de Fundo

.


Cloverfield é um filme do J.J. Abrams que estreou no começo desse ano e, a essa altura do campeonato, já deve ter chegado na locadora mais próxima da sua casa. Não deixe de assistir.

Desde antes do lançamento Cloverfield virou hype entre cinéfilos e internautas por causa do mistério (leia o último post) criado em torno do monstro que um belo dia aparece em Nova York e destrói tudo.

Esse basicamente é o plot da história, mas, ao contrário do que se costuma fazer nesse tipo de filme, onde o monstro é explorado à exaustão, em Cloverfield ele é paisagem.

De onde veio? Qual o sentido de sua existência? Para onde vai? Para o recorte escolhido por J.J. Abrams para contar essa história nada disso tem importância, e é exatamente isso que faz de Cloverfield um dos melhores filmes de monstro de todos os tempos. Na verdade, é um filme sobre pessoas.

Se um tipo de Godzilla aparecesse de repente na sua cidade, o que você sentiria? O que pensaria? Como agiria? Nessa situação estaria mais interessado em descobrir a origem do caos, ou resolver questões afetivas antes que todos desapareçam? Cloverfield parte dessa premissa, de modo que é um filme sobre sensações e sentimentos humanos, e não sobre um monstro.

O monstro faz parte do enredo, mas quase não aparece. É apenas um gatilho para despertar outras histórias humanas, essas sim capazes de gerar identificação com o espectador. Uma lição que a publicidade deveria levar a sério.

O monstro são os anunciantes. ;-)

Related

storytellers São Paulo 5416864740737873447

Postar um comentário

  1. Isso sem falar que o Cloverfield tem um dos melhores exemplos da técnica "story placement", né não?

    Tem aquela hora em que eles vão procurar refúgio no metrô. Depois de um tempo esperando e sem perspectiva de saírem de lá, decidem andar pelos trilhos. Diante do total breu, eles decidem ativar o recurso “nightshot”. Uma sacada não só em termos de produção (melhorou a visualização), como de placement. Afinal, “nightshot” é um recurso exclusivo da Sony e, com isso, todos percebem a eficiência do recurso.

    A partir daí, quem sabe que é um feature Sony, sabe que é uma câmera Sony que está gravando tudo.

    E quem não sabe, mas gostou do feature e decide considerá-lo para uma aquisição futura, vai acabar descobrindo que só nas câmeras Sony. Genial.

    ResponderExcluir
  2. É um dos melhores product placements que eu já vi.

    Pena que product placement já era...

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Lançamento

item