O Orgulho do Macho

.
Já faz um tempinho que repercutiu na blogosfera um vídeo sobre o dia em que Homer Simpson é convencido pela Marge a fazer uma colonoscopia. Para quem não sabe, colonoscopia é um tipo de exame do toque retal, só que com uma câmera.

Essa analogia obviamente não serve do ponto de vista clínico, uma vez que, imagino eu, o teste da câmera deva ser bem mais completo do que o do dedo. Mas a comparação não é por aí. O ponto é que ambos ferem o orgulho do macho, principalmente o macho ocidental médio, o macho tipo Homer Simpson.

Então, colocar o próprio enfrentando esse difícil momento, e vendo a tragicidade da coisa ser transformada em piada atrás de piada, foi uma boa sacada da Stand Up 2 Cancer, uma iniciativa que envolve três das principais redes de TV americanas.

Toda história parte de uma ruptura no cotidiano, de algo inusitado, e nada mais inusitado do que Homer Simpson fazendo o tal do exame. Essa história, por si só, já seria capaz de, se não convencer, pelo menos provocar reflexões positivas em muito marmanjo por aí.

Mas a verdadeira genialidade do episódio está no modo como a história é construída. O óbvio seria transformar a saga de Homer Simpson em um tipo de "jornada do herói" (ou do anti-herói?), onde ele, um cara comum, enfrentaria todas as dificuldades, do modo mais dramático possível, até atingir seu objetivo, ou seja, fazer o exame.

Assim até poderia ser interessante, mas reforçaria o martírio mental de todo macho médio que passa pelo dilema entre salvar a própria vida e não perder o orgulho. Indo por outro caminho, nesse episódio a narrativa se desenvolve de uma forma fluída, cômica e, de certa forma, até absurda. Homer Simpson até resiste um pouco no início, mas enfrenta seu destino com relativa tranquilidade, mostrando que, no fundo (sem trocadilhos) não há dilema a ser enfrentado. Não é uma história de como as coisas são, mas sim de como elas deveriam ser. E, por ser protagonizada por um personagem capaz de gerar identificação, tenho certeza que a mensagem foi assimilada por muita gente. Inclusive por mim. ;-)



Em tempo, em uma rodada de discussão sobre o vídeo achamos que o final poderia ser um pouquinho menos exagerado. Existiam outras possibilidades para terminar o episódio de uma forma bem humorada. Mas tudo bem, a iniciativa foi ótima. Prevenção por meio de histórias pode ser uma mão na roda para questões de saúde pública.

Related

toque retal 8233250205245346219

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item