STORYTELLING, UMA HISTÓRIA DE AMOR



As aulas do meu primeiro curso de storytelling eram como terapia. O metrô, quase sempre lotado, parecia não abalar minha ansiedade em chegar na sala de aula e ver um pouco mais daquele mundo fantástico que os professores me convenceram que de realmente existia.

Eu amei tanto aquilo tudo que antes mesmo dele acabar comecei meu planos para o próximo. Não foi fácil, mas eu consegui o dinheiro e estava pronto para aprender mais, fazer parte de mais momentos mágicos e, é claro, encontrar mais histórias fantásticas. 

A sala prestava atenção em cada palavra, alguns anotavam tudo o que podiam como quem corre contra o relógio para não perder o tempo da vida, mas outros, como eu, apenas ouviam, talvez não fossemos capazes de desprender a atenção por tempo o suficiente para escrever. 

Era lindo, maravilhoso, mas ainda me faltava entender o motivo daquilo tudo, ainda me parecia difícil aceitar que marcas pagavam para escritores criarem histórias, eu ainda não tinha entendido como colocar a mensagem de uma marca na minha narrativa. As aulas, claro, esclareceram a maior parte dessas dúvidas, mas ainda me faltava algo. Até que, em uma das aulas, o @brunoscarto, professor do curso, nos apresentou ao vídeo abaixo... ai, sim, eu entendi o poder do storytelling. 




Storytelling é essa mágica que faz você sentir o coração apertado por causa de uma garrafa de leite. Foi assim, com a história de amor dos leites que eu me apaixonei por storytelling. Quer se apaixonar também? Vai ter mais um curso de storytelling, edição mais que especial na passagem do mochileiro mais storyteller de todos, Fernando Palacios. 

Related

Storytellers 8620138750742393670

Postar um comentário

  1. Histórias de amor são sempre emocionantes, mesmo que seja entre duas garrafas de leite!
    Adorei esse vídeo. ;)

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Lançamento

item