O 7 NOS ARQUÉTIPOS, SIGNOS E NÚMEROS


Estudando arquétipos e marcas para nossas aulas de Storytelling e Branded Content me deparei com a data de amanhã, segunda-feira: 07/07/2014 (2+1+4=7), ou seja, 7/7/7. 

No estudos sobre outras crenças do fundador da psicologia analítica Carl G. Jung, o SETE é um número perfeito e representa a Grande Mãe dos mistérios da vida, da morte e da transformação. O 7 é místico até para os matemáticos de tempos antigos. Ele representa a  Criação — 3 (o céu) + 4 (a terra) = 7 — e indica a relação viva entre o divino e o humano.

A trindade divina(o 3) é parte do 7. Na Grécia antiga o 3  era considerado o número perfeito por ter princípio, meio e fim,número.Na Bíblia é a trindade divina. Muito tempo depois, Jung elaborou seus estudos sobre quaternidade indicando que há sempre quatro elementos no plano físico: quatro cantos, quatro estações, quatro cores básicas. A soma dos números 3 e 4 resulta no 7 e assim expressam o plano divino e o físico-material onde vivemos. Talvez por isso o 7 esteja presente em listas importantes: 7 é o número de Chacras para hatha-yoga, são 7 as pirâmides (principais) no Egito, o 7 na Cabala, no judaísmo e seu candelabro de 7 braços.  

Procurei racionalizar mais e tirar algo da Astronomia. A constelação mais importante do Equador é Órion; a mais brilhante do Círculo Polar Ártico é a Ursa Maior; e, para o círculo Polar sul, é o nosso Cruzeiro do Sul. As três constelações são formadas por sete estrelas visíveis a olho nú a noite (quando há condições climáticas). Além disso, o número 7 é feminino e amanhã é segunda-feira também dia da figura máxima feminina: Dia da Lua.

Diante de tudo isso, é possível afirmar que o 777 de amanhã pode ser uma data muito representativa para cada um de nós, mas dependerá de cada indivíduo o que fazer nessa data tão misteriosa. 

No contexto de Storytelling, que estudava ao me deparar com essas informações, lembrei de um autor extraordinário, Ray Bradbury, que na obra-prima Fahrenheit 451 escreveu: "somos todos constituídos de bocados, de extratos de história, de literatura,  (...) E se nos perguntarem o que fazemos, podeis responder: ‘Recordamo-nos’". Depois de amanhã, poderemos recordar os  extratos desse dia, o recorte dessa história e as transformações que ocorreram. Um fato pode ocorrer. Se você leu esse post até aqui, já estará impregnado com o número 7. Seu subconsciente já estará alerta sobre as possibilidades de transformação e algo poderá de verdade mudar na sua vida. Assim são os arquétipos, os signos e o Storytelling.

Related

storytelling em Ray Bradbury 568910093167335163

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item