VALE A PENA ASSINAR A AMAZON PRIME?



por @ststefano


Parece que a Netflix deixou de ser o único cachorro grande na briga dos serviços de streaming no Brasil, o que, para mim, é um alívio. Não me leve a mal. Netflix é praticamente sinônimo de categoria. Aliás, mais que isso, é código para encontro (vem em casa tomar um vinho e ver Netflix), desculpa para não sair para balada (hoje não rola sair, vou ficar de boa vendo Netflix), assunto em qualquer situação social (alguém tem alguma recomendação boa do Netflix?) e muito mais. Entretanto, o serviço de streaming andou me decepcionando com algumas séries recentemente.

Eu tinha expectativas bem altas para a 3ª temporada de 3%, a 3ª temporada de La Casa de Papel, Titãs, Love, Death & Robots e a 2ª temporada de Sabrina. Por diferentes motivos, nenhuma delas foi alcançada. 3% repetiu a história, La Casa de Papel conseguiu ser pior que a 2ª temporada, Titãs quase destruiu minha infância, Love, Death & Robots foi uma perda de tempo e parei na metade da 2ª temporada de Sabrina porque o satanismo da série realmente me incomodou. Além dessa quebra de expectativas, acabei não tendo o menor interesse em muitas apostas da Netflix dos últimos anos. Os trailers de Coisa Mais Linda me deram preguiça, não cheguei na metade do 1º episódio de Elite, as críticas me fizeram não ver nenhuma das séries da Marvel e desisti de Narcos depois da Colômbia. Em contrapartida, gostei muito da 3ª temporada de Glow, maratonei sem parar a 1ª temporada de The Umbrella Academy, chorei no final de Stranger Things e fiquei pensando durante dias no argumento de You. Isso sem falar nos lançamentos que estão vindo agora.


Tem tanta coisa na Netflix que não dá para falar que não vale a pena assinar o serviço de streaming. Entretanto, outros players começaram a chamar minha atenção: HBO Go, Globo Play e Amazon Prime. Mas ai é aquela velha questão: valeria a pena assinar outro streaming se eu mal tenho tempo de assistir o que está na Netflix (que eu já assino)?!

Bom, a Amazon Prime matou essa xarada quando disponibilizou 7 dias de teste gratuito. Eu fiquei surpreso com a quantidade de séries excelentes produzidas pelo próprio serviço de streaming. E mais surpreso ainda quando descobri que o valor da mensalidade dos primeiros 6 meses de assinatura é menor do que 8 reais. Ou seja, está valendo muito a pena assinar a Amazon Prime!

Se você quiser fazer um teste e maratonar séries durante os 7 dias gratuitos, vou te dar 4 recomendações. Entretanto, antes, vou também fazer um alerta. Do mesmo jeito que achei o conteúdo excelente e o preço extremamente acessível, as formas de pagamento são limitadas e a usabilidade da plataforma é irritante para quem está acostumado com a praticidade da Netflix (demorou 2 dias para descobrir como botar legenda e áudio certos naquela merda e tenho amigos que disseram a mesma coisa). Bom, aviso dado. Vamos às recomendações?!

THE BOYS

Essa é minha recomendação número #1 porque foi a série que me fez assinar a Amazon Prime. The Boys é uma série de super-heróis bem diferente das tradicionais, inspirada na série de HQs. Na história os super-heróis são cuzões narcisistas e psicóticos que só se importam com fama e dinheiro, sendo personagens abusivos, corruptos, violentos e perturbados. É uma metáfora sobre o modelo de ídolos formados por esforços de marketing e comunicação e a realidade por trás deles. A série tem um visual exagerado, remetendo às grandes produções do gênero.

DEUSES AMERICANOS




Considero Deuses Americanos uma das maiores obras da literatura dos últimos tempos. Talvez por isso não consegui gostar da série de primeira. Até o 5º episódio da 1ª temporada, pensei em desistir e até fiquei revoltado. Como puderam mudar tanto a obra de Neil Gaiman? Entretanto, depois de um tempo, comecei a ver de forma positiva as mudanças que foram feitas. Afinal, muita coisa mudou desde quando o livro foi lançado até agora.

CARNIVAL ROW




Essa série é polêmica. O grande público gostou bastante, mas a crítica não foi muito favorável. Eu entendo o ponto das críticas negativas. A 1ª temporada da série foi um pouco desleixada com as histórias fora do núcleo central. E a atuação de Cara DeLeVingue não foi lá das melhores. Entretanto, o universo criado é phoda! Uma mistura da época vitoriana de Londres com “Sonho de uma Noite de Verão” de Shakespeare com questões contemporâneas como brutalidade policial, xenofobia, preconceito e busca por identidade. Não consegui parar de assistir e estou louco para a estreia da 2ª temporada.

GOOD OMENS


Novamente, Neil Gaiman. Partindo de uma obra desse mestre do Storytelling não tem como errar. A série conta de forma divertida a história de um anjo e um demônio que tentam se ajudar para acabar com o fim do mundo. Antes de assistir, achei que fosse algo batido. Mas os elementos narrativos de Good Omens estão incríveis! De uma ordem de freias satânicas a anjos burocratas, Neil Gaiman e a Amazon Prime conseguiram criar uma série apocalíptica onde a luta do bem contra o mal foge do óbvio.


Related

#storytelling 8073453586380863932

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item