Contando histórias para ensinar!



Já sabemos que o Storytellling é usado desde os primórdios para chamar atenção e engajar pessoas, sabemos também que uma boa história, bem contada,  tem muitas aplicações que vão além da publicidade. Nós mesmos da Storytellers já usamos a tecnologia para conscientizar equipes de uma grande empresa sobre o novo posicionamento das marcas e dos produtos do cliente. Mas hoje vamos falar de um de seus usos mais comuns e talvez um dos primeiros, hoje nós vamos falar do storytelling na educação.

Comecei a dar aula bem cedo e minha jornada como professor de inglês acabou quando eu parei de dar aulas na Wise Up, uma escola de Inglês que tem como principal proposta o ensino rápido do idioma, 18 meses para te ensinar inglês é uma proposta ousada, mas eles descobriram uma maneira de fazer isso: usando storytelling para fazer o que pode ser chato ficar interessante. Todo o curso da escola é baseado na história da família Elliot, composta por 3 irmãos, George, Peter e Eleanor Elliot, que vão passar o verão, todos juntos pela primeira vez em anos, na casa onde cresceram com seus pais. Além da família contamos com mais 3 personagens, um chefe de cozinha contratado por Eleanor Elliot para ajuda-la a escrever um livro sobre culinária, uma moça chamada Abigail que sofre de amnésia por causa de um atropelamento que sofrera logo no inicio da história, e Margot, fisioterapeuta do irmão mais novo que é um famoso campeão do surf internacional que sofreu um acidente e vê sua carreira em risco além de temer a possibilidade não poder mais voltar a praticar o esporte que tanto ama.

 Cada aula do curso contém uma pequena história, apresentada aos alunos através de uma minissérie em DVD e trabalhada em sala de aula com transcrições dos diálogos da série. Cada capítulo da história apresenta um conflito que será discutido entre os alunos e o professor durante as aulas, fazendo com que a curiosidade do aluno se transforme em material para prática do idioma. A verdade é que se tirarmos a história dos livros não teríamos matéria e a escola seria apenas mais um escola de inglês prometendo aprendizado rápido, mas a narrativa faz com que tudo fique diferente ao ser usada para que os alunos entendam o idioma além do vocabulário e a estrutura gramatical levando-os de dentro da sala de aula para um universo onde o inglês é usado no dia-a-dia dos personagens.

O storytelling deu tão certo para a escola que o Holding deles, o Grupo Ometz, apostou nas histórias para criar mais duas marcas e desenvolver mais dois métodos de ensino, a YouMove e a Wise Up Teens, cada uma com seu próprio universo e linguagem, especificamente criados para atingir uma parcela diferente do mercado em que atuam.

A iniciativa de usar o storytelling dentro e fora das salas de aula, através de seus livros e DVDS, para criar engajamento e tornar o aprendizado do idioma mais eficaz é ótima e bastante inovadora, visto que o método foi criado há 16 anos, porém a história falha em técnicas narrativas fazendo com que o engajamento dos alunos com o universo seja bastante limitado e em muitos momentos fugindo do próprio universo para atingir objetivos institucionais, interrompendo o ritmo da trama e fazendo com o interesse e a atenção dos alunos se perca em muitos momentos do curso, chegando até a reclamar que a série é chata por causa da falta de amarração entre os acontecimentos.  A escola se beneficia do storytelling para ajudar seus alunos a aprender inglês, mas perde uma ótima oportunidade de transformar seus alunos em atentos e melhorar ainda mais a relação do cliente com a marca fazendo com que o aprendizado desses alunos seja ainda maior,  tudo isso pela falta de investimento e atenção na criação do universo e no desenvolvimento narrativo da história.

Como educador e storyteller sempre sonhei com a oficialização das histórias como tecnologia de ensino para melhorar, quem sabe, a qualidade do aprendizado de nossos jovens brasileiros, fazendo com que os livros e as aulas fiquem mais interessantes e com que os alunos fiquem mais interessados.    

Related

wise up 2261025477836288986

Postar um comentário

  1. Gaspar, mandou muito bem no post! Compartilho com você meu sonho de ver o storytelling como tecnologia de ensino. :)

    Até o próximo post.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Lançamento

item