Do plano à prática

.
O post anterior falou um pouco da proposta dos Storytellers. Mas às vezes é mais fácil entender conceitos por meio de exemplos.

Numa sociedade de consumo as marcas fazem parte do cotidiano das pessoas; não tem um dia sequer que uma pessoa que vive em uma cidade não entre em contato com pelo menos um punhado de marcas.

Só que não é isso que se vê na maior parte das vezes que uma marca ou um produto participa de uma história. Mas nas raras exceções, foi provado que é possível uma marca ajudar inclusive a construir um personagem e enriquecer uma trama. Um ótimo exemplo é o célebre diálogo no filme Pulp Fiction, que foi criado depois de o filme ter sido produzido.



Nossa missão é encontrar a história certa e adaptar a um ou mais formatos para mostrar marcas e produtos da forma mais natural e interessante possível.

Pra contextualizar os refrigerantes mini-schin no universo infantil, criamos uma história em que as crianças precisam ajudar a salvar o mundo do terrível Findus Refrigeran, o vilão gigante que quer acabar com todo o sabor do mundo. Pra confererir este case que fizemos em parceria com a Id/TBWA, basta clicar aqui e procurar debaixo da cama... Ah, e até as 21h, porque depois disso é hora de criança estar na cama ;-)

Para explicar o novo posicionamento de quatro marcas tradicionais a funcionários de uma grande companhia alimentícia, criamos uma peça de teatro intitulada de As Filhas do Dodô. O palco futurista projetava os cenários enquanto que atores viviam um dia na vida da família Aguiar e assim mostravam na prática como pensa cada consumidor e, conseqüentemente, como irá se posicionar cada marca. Ao final da peça muitos elogios, inclusive do Luiz Lara, sócio da nossa parceira Lew’Lara/TBWA, afirmou que foi a melhor ação que ele já viu: “simples, mas muito eficaz... e olha que eu vejo uma dessas por semana”.

Depois foi a vez de Gilberto Dimenstein comentar que achou muito inteligente a ação que fizemos colocar a Petybon dentro da Virada Cultural. Chamada de Virada Cinegastronômica, criamos um evento que somou ao Noitão do HSBC degustações referentes aos pratos que estavam na tela. E nada melhor para entender um personagem do que mexer com os 5 sentidos.

Pegando carona nesse ritmo de cinema, conhecemos o pessoal da Coração da Selva, uma produtora que ficou conhecida pelo ótimo Contra Todos e pelo Antônia, que era pra ser película mas começou como mini-série na Globo e deu vida à banda fictícia.

Junto com essa produtora, estamos trabalhando no desenvolvimento de um projeto transmídia para o Condomínio Jaqueline. Condomínio Jaqueline é um filme que será produzido ainda em 2008 e exibido em circuito nacional no próximo ano. O personagem principal é um tradicional – porém fictício – edifício paulistano, onde todas as histórias do enredo se convergem. Nossa parte é expandir o universo do enredo criando histórias que dêem vida a figurantes e permitam que marcas e produtos participem do projeto de forma interessante, orgânica e criativa.

E isso só pra começar. Aguarde que, em breve, teremos cenas dos próximos capítulos. Mas até lá a curiosidade for grande, entre em contato.

Atualizações em 19/06: começaram as filmagens de Condomínio Jaqueline e o case de mini-schin Adventure In The Book entrou para o shortlist de Cannes!

Related

OS EXEMPLOS DE STORYTELLING 1149596604369602387

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item