Novo projeto autoral...

@PostPause: gente atrai gente

Esse texto comecei a escrever esperando para comprar o ticket para o Chateau de Versailles. A fila durou duas horas. Mais uma comprovação do que informou minha hostess de Paris: é a cidade mais visitada do mundo.
Não é sorte, tampouco circunstância. Em Paris tudo é desenhado para causar um senso de importância. Cada detalhe é apresentado pelo ângulo que causa maior interesse. Ah, como eles se vendem… e como aproveitam pra vender tudo: subir na torre, entrar na igreja, ver a estátua, ver a vista de cima do prédio…
Comecei e terminei a viagem por Portugal e lá é o avesso. Foram eles os primeiros a partir para as Grandes Navegações. Foi em Portugal que começou a reconquista sobre os mouros. A Capela dos Ossos é uma das atrações mais inusitadas da Europa. Apesar de tantos motivos para orgulho, Portugal é o único às moscas. O País vive uma crise financeira e outra de desertificação demográfica. Ruas vazias. Poucos jovens. Os jovens portugueses que conheci moravam em outros países sem a menor intenção de voltar.
Meu tio e host em Portugal apontou a única explicação para o fato de as pessoas deixarem Portugal ao invés de irem para lá: eles são pouco celebrativos. É como se nada do que aconteceu por lá merecesse destaque. Eles não brandam suas conquistas. Não divulgam suas belezas. Não contam suas histórias. Agora que estou de volta noto que São Paulo herdou um pouco desse espírito.
*Descoberta do post: o conteúdo que ninguém sabe que existe é desperdício como comida raspada do prato.

Related

Turismo 6448793824043507426

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item