Para Ser Storyteller I

"


Não posso dizer que tenho todo o conhecimento de storytelling. Na verdade, nenhum autor pode. Aliás, os grandes autores dizem que 'você jamais pode dominar a arte de contar histórias, no melhor cenário você pode aprender a contar aquela história em que está trabalhando.' 


O ato de narrar histórias é o centro de todas as formas artísticas e um processo de aprendizado que dura a vida toda. E mesmo sendo uma das atividades mais antigas da Humanidade ainda é um assunto em constante evolução. Volte um século no tempo e nem cinema existia. E hoje existe essa coisa com o estranho nome de transmídia. Se há tanta informação e transformação, por onde começar? 


O primeiro passo é garimpar o próprio histórico de vida atrás das grandes descobertas e experiências transformadoras.  É preciso extrair do histórico as boas histórias.  


Para se tornar um storyteller profissional é preciso transformar essas histórias em projetos. Ou seja, obter renda dos enredos. Não é fácil. Mas também não é impossível. Tá aqui o exemplo.


Tudo parte do sonho. De querer algo distante. Como uma fruta num galho mais alto que o braço alcança. Mas de querer tanto aquela fruta que se disponha a trepar na árvore, sabendo que o galho pode quebrar e cair. Ou de vencer a preguiça e ir buscar uma escada. Ou ainda de construir uma escada. É como dizem em outras terras ‘where there’s a will, there’s a way’.


Sonhos temos todos. São como sentimentos. Alguns deixam mais trancados, mas não é por isso que deixam de existir. Nada que uma busca interna não encontre. #google-se


Com esse sonho em mente o próximo passo é ao papel passá-lo. Mas isso fica para o próximo post. Até lá, tenha bons sonhos!


‎"A gente tem que sonhar, se não as coisas não acontecem" ~Oscar Niemeyer

------

Se você quiser se aprofundar na arte de contar histórias, aproveite para se inscrever no curso de storytelling:

INOVAÇÃO EM STORYTELLING – DO BRANDED CONTENT À TRANSMÍDIA
"

Related

Oscar Niemeyer 7147739800383676214

Postar um comentário

  1. Oi Fernando

    Concordo com você sobre a importância de se investigar nosso passado a procura de grandes descobertas e experiências transformadoras. Elas são a matéria-prima das grandes histórias.

    A busca por auto-conhecimento é o primeiro passo que todo aspirante a storyteller deve dar.

    abs
    Diego

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Lançamento

item