GUERRA DOS TRONOS E MARKETING POLÍTICO



Uma das maiores vantagens de usar storytelling na publicidade é que você dá a oportunidade do consumidor virar fã e depois, é só uma questão de tempo até o fã virar evangelizador. Para quem está conectado o conceito de fan fiction não é novo, mas eu vou explicar:

Fan Fiction é um termo em inglês que dá nome ao ato de criar arte com base em universos ficcionais famosos. Como exemplo disso podemos citar, entre muitos outros, a série animada The Clone Wars que conta novas histórias no universo do conhecidíssimo Star Wars. Outro exemplo recente e famoso de fan fiction é o livro 50 tons de cinza que originalmente surgiu em um fórum norte americano como fan fiction de crepúsculo. 

O poder de engajamento de uma história leva a inspiração e a inspiração leva a novas histórias. Não é uma lógica difícil. Mas o que é que marketing político tem com tudo isso? 

Nos estados unidos, durante o período eleitoral, é comum encontrar os "attack ads", ou seja, uma propaganda eleitoral que ao invés de dizer os motivos pelos quais devemos votar no Sr. Y ou X, ressalta de maneira sensacionalista, por assim dizer, os motivos pelos quais NÃO devemos votar no Sr. Z ou V. 

Durante a última eleição norte americana a revista Mother Jones, especializada em conteúdo político decidiu misturar fan fiction e attack ads como formo de protesto, ou não, aos ataques públicos entre os candidatos. Para isso eles criaram uma série de vídeos baseados no universo, de R. R. Martin, "A Guerra dos Tronos" e o resultado foi esse ai, olha só: 







Para ver os outros vídeos da série de Attack Ads criada pela Mother Jones entrem no site http://www.motherjones.com/politics/2012/06/game-of-thrones-attack-ads.

Related

Storytellers 1521390784592492747

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item