POR QUE AS EMPRESAS AINDA NÃO USAM STORYTELLING?


by Daniel Souza 
Há pouco tempo que me apresentaram uma pergunta curiosa, daquelas que guardamos por vários dias: afinal, porque é que as empresas ainda não usam storytelling?

Pois é, venho pensando bastante no assunto, mas ainda não cheguei em uma resposta definitiva, ao menos não em uma resposta que me satisfaça. Na verdade o primeiro problema, na minha opinião é: o que é storytelling?

O storytelling chegou na publicidade causando alvoroço, animações e muitas, muitas especulações. Não basta ter um personagem, não basta ter uma história ou um ótimo arquivo cheio de fotos e relatos dos funcionários da sua empresa. Storytelling é entretenimento, é o que faz uma propaganda ser confundida com o programa. Storytelling é uma tecnologia de publicidade que tem por objetivo engajar e emocionar pessoas. 

A partir do momento que algo vai para o papel aquilo se torna uma representação de um fato, portanto não é mais  realidade. Então, meus amigos, se tudo o que está no papel é uma representação, quando escrevemos uma história para uma marca, ou não, devemos ter a consciência de que a nossa história concorrerá com todas as histórias que cruzarem seus caminhos. 

Nem toda história merece ser contada, já dizia Afonso Romano de Sant'Anna "Minha vida daria um livro. Lamento informar, mas não daria. Ou melhor, daria se ouvida e escrita por um romancista". Mas também não devemos subestimar as histórias ao nosso redor. Uma narrativa bem construída é capaz de prender a atenção independentemente das ações relatadas. Até as mais simples histórias de nossas vidas podem se tornar grandes narrativas se o autor souber o que está fazendo. 

No fim das contas eu acabei com algumas possíveis respostas para esse pergunta. Acredito que uma das principais razões pelas quais as empresas ainda não usam storytelling é que ainda vemos propaganda como propaganda e temos dificuldade em pensar que a nossa empresa pode criar, através do storytelling, uma obra cultural. Poucas empresas conseguem ter a visão da coca-cola e perceber que é possível agregar tanto valor que a produção de conteúdo publicitário da marca pode se tornar um produto cultural quase independente da marca. Digo quase, pois é importante citarmos que se a marca não faz parte da história estamos falando de uma obra literária e não de uma peça publicitária. 

A segunda possibilidade de resposta que se passa pela minha cabeça é bastante simples e ao mesmo tempo perigosa. Acredito que muitas empresas não usam storytelling simplesmente por não saberem o que é a tecnologia e como ela pode se aplicar as suas necessidades de marketing.  

Related

Storytellers 8640413391239582389

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Lançamento

item