Storytellers para crianças

.
Monteiro Lobato é mesmo um fenômeno. Além de mestre da literatura nacional, consagrado principalmente pelo Sítio do Picapau Amarelo (que por sinal em importância só fica atrás da Bíblia para os leitores brasileiros), ele também tinha talento pra ser um Storyteller com letra maiúscula.

Storyteller com letra maiúscula é o autor que não cria uma história simplesmente a partir de sua imaginação, e sim de uma missão.

Em Emília no País da Gramática foi isso o que aconteceu. Nessa aventura com Narizinho, Pedrinho, Emília, Visconde de Sabugosa e Quindim, o rinoceronte sábio, entender as coisas de nossa língua se transformou num divertido passeio feito na companhia desses incríveis personagens. Como se o Professor Pasquale fosse o cliente e o desafio fosse falar para crianças sobre substantivos concretos e abstratos, além de outras chateações da língua.

Abaixo vai uma pequena amostra. Depois de chegarem à Portugália, cidade onde vivem as palavras de origem portuguesa, Quindim cruza o centro da cidade, região em que vivem as palavras em uso (enquanto os arcaísmos, as gírias e os neologismos vivem nos subúrbios), e começa a explicação dos tais substantivos.

- Os nomes concretos são os que marcam coisas ou criaturas que existem mesmo de verdade, como HOMEM, NASTÁCIA, TATU, CEBOLA. E os Nomes Abstratos são os que marcam coisas que a gente quer que existam, ou imaginam que existem, como BONDADE, LEALDADE, JUSTIÇA, AMOR.
- E também dinheiro – sugeriu Emília.
- Dinheiro é concreto, porque dinheiro existe – contestou Quindim.
- Pra mim e pra Tia Nastácia é abstratíssimo. Ouço falar em dinheiro, como ouço falar em JUSTIÇA, LEALDADE, AMOR; mas ver, pegar, cheirar e botar no bolso dinheiro, isso nunca.
- E aquele tostão novo que dei a você no dia do circo? Lembrou o menino.
- Tostão não é dinheiro; é cuspo de dinheiro – retorquiu Emília.

Isso é ou não é muuuuito mais legal que aquele livro de gramática que você nem sabe que fim deu e que fazia parte da coleção “Os Intocáveis”?

E ó, se você for bonzinho, na semana que vem eu ponho um outro trecho bacana do livro. Até.

Related

Sítio do Picapau Amarelo 7553655392879385938

Postar um comentário

  1. esse era um dos meus favoritos :)
    li duas vezes... (daí vira redatora e num sabe porquê, tsc)

    ResponderExcluir
  2. Monteiro Lobato era sim um operário da artes; também foi crítico e dos mais temidos. Por causa dele Anita Malfati teve uma crise depressiva e mudou seu estilo de trabalho.

    Os personagens do 'Sítio' só precisam ser conhecidos e se tornam inesquecíveis.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Lançamento

item