Storytelling e Branding




Identity Branding Brand Marketing Business Concept

Marcas humanizadas - a nova era do Branding 4.0: Os consumidores 4.0 preferem marcas com personalidade, opinião, que não tenham medo de ser tão humanas enquanto eles.
Há um século as empresas focavam todas as ações de publicidade no produto ou serviço oferecido, focando toda a informação nas qualidades do mesmo. A comunicação era de forma unidirecional, ou seja, o consumidor era considerado um agente passivo que se limitava a receber informações; uma vez recebidas, a tomada de decisão era influenciada e como resposta ao estímulo, os produtos eram adquiridos.

Branding 4.0

Por conta da evolução social e tecnológica, os consumidores mudaram seu comportamento, tornando-se cada vez mais ativos. Nesse sentido, as marcas precisaram entender esse novo perfil e se adaptar às novas demandas, assim como procurar novos canais e formas de interagir com esse novo consumidor.
No meio dessa constante evolução, várias marcas perceberam que um caminho era vender o produto por meio de ações voltadas ao entretenimento, ou seja, criar histórias cativantes para venderem seus produtos, e sim elas estavam certas, esse é o futuro da comunicação.
Algumas marcas optaram por inserir suas marcas nos filmes de Hollywood, uma grande maioria, mesmo que não são perceptíveis ao olho humano de forma imediata, em um filme aparece uma média de 40 marcas, mas só chegamos a perceber máximo cinco de forma imediata. Esse é um caminho, mas não único. 

Storytelling- uma oportunidade para resgatar práticas antigas

O storytelling começou a ser explorado da década de 1990 quando Joe Lambert lançou um projeto intitulado “American Film Institute”, no qual as pessoas contavam suas histórias de vida em uma linguagem voltada para o meio digital. Contudo, a prática de contar histórias é parte da nossa evolução humana.
As guerras são um claro exemplo do uso de storytelling desde a idade antiga. A civilização romana usava o recurso para manter seus soldados motivados para lutar pela causa. Já no século XX, os norte-americanos e a Alemanha governada pelo Hitler souberam se apropriar do conceito para manter sua causa vigente entre os cidadãos. Portanto, podemos ver que certamente o storytelling tem nos acompanhada desde o começo da civilização humana, mas só até faz pouco tempo o mundo corporativo está olhando nessa direção.

Branding e storytelling- juntos para sempre

Uma grande quantidade de marcas já percebeu que as demandas dos consumidores estão mudando, mas nem todas sabem como usar o storytelling ou o que é, então optam por não o usar nas suas estratégias de branding. O primeiro passo é entender a versatilidade do storytelling, uma vez que é um recurso que pode ser utilizado para alavancar resultados, posicionar a marca e engajar colaboradores. É essencial deixar de lado a ideia de que ele só serve para a estratégia de conteúdo de marketing, na realidade, ele é uma porta a um novo universo.
Empresas como Coca-Cola e TIM já entenderam isso, e estão usando diferentes narrativas para chegar até seus públicos-alvo, às vezes até sem mencionar a marca ou produto no primeiro momento, a mensagem se revela entre linhas. Incrível, né?

Publicitário e contador de histórias?

Infelizmente, os publicitários não são muito afins de na trabalhar estratégias que impliquem o uso de histórias cumpridas, talvez porque receiam perder o interesse do consumidor se optar por esse caminho. Nunca o saberemos com certeza o motivo exato pelo qual eles optam por narrativas mais enxutas.
O que podemos confirmar hoje é que não importa a extensão da história e sim a qualidade narrativa.  Não é fácil para os profissionais dessa área desenvolver histórias maravilhosas e ricas narrativamente falando sem a ajuda do cliente, o que em algumas situações pode se tornar motivo de disputa sobre quem tem a razão, isto no final possivelmente só vai gerar resultados desastrosos para as duas partes e claramente prejuízos financeiros e reputacionais.
Para entender melhor a relevância da narrativa clique aqui e confira alguns cases que podem ser a peça-chave para convencer seu cliente ou equipe em apostar nesse caminho chamado storytelling.
Quer saber mais sobre Storytelling? Leia o artigo completo

Quer mais resumos? acesse o nosso canal.

Related

historia marcas 5924789502537075194

Postar um comentário

Comentários
0 Comentários

emo-but-icon

Livro

item