ERA UMA VEZ


“O que é ser um Storyteller?” – Essa é uma das poucas questões capazes de me fazer parar no meu ofício diário de costurar histórias. Como uma legítima questão existencial para mim, é uma questão difícil de responder, assim, de pronto.

É claro que existe uma série de respostas prontas para questões como essa. Mas as medidas prontas nunca vestiram muito bem um Storyteller acostumado a cortar e costurar as tramas, como eu. Isso porque o Storytelling, esse que se escreve com o S capitular, está muito mais para a alta-costura do que para uma produção têxtil industrial.

Storytelling não é contar histórias. Cada cliente tem medidas únicas. Para transformá-las em histórias únicas, o Storyteller precisa saber tecer com o fio correto, saber tramar com o intervalo perfeito, saber a hora certa de trazer os pontos-de-virada. Storytelling, com o S capitular, é saber contar histórias.

Foi com isso na ponta da agulha que em 2007 juntaram-se alguns contadores de histórias para formar os Storytellers, o primeiro escritório de Storytelling com S capitular do Brasil.

Desde então, em cada um dos sete anos que se passaram, novas Sabedorias foram incluídas aos Storytellers. A cada nova costura, cada nova trama para cada novo cliente que os Storytellers conquistavam, mais e mais caminhavam para se tornarem verdadeiros alfaiates das histórias.




Quando vê tudo que se diz e se produz de Storytelling no Brasil, Fernando lembra do passado – quando o tudo ainda era nada. Lembra-se do seu estudo, o primeiro acadêmico sobre o Storytelling na América Latina. “Primeiro”, aliás, é um adjetivo que lhe cai muito bem. O primeiro escritório de Storytelling do país, o primeiro portal de conteúdos de marca, o primeiro curso sobre o tema em território brasileiro, na ESPM, ainda em 2010. Fernando já ministrou cursos em dezenas de países e que, junto ao seu projeto W’nderer Writer, o consagram como um explorador congênito que é.


Muitas Marthas compõem a profissional com mais de 25 anos de carreira em marketing e inovação. A primeira delas, inclusive, foi responsável pelo lançamento de cases de sucesso como Pizza Sadia, Hot Pocket, Miss Daisy e Vono, por onde passou. Outra importante Martha é a líder, responsável por coordenar grandes projetos em empresas como Cargill, Sadia, Parmalat, Bombril, União, Reckitt & Benckiser, Melhoramentos, Seara e Ajinomoto. A sábia e experiente Martha de hoje é mentoring e ensina um pouco de cada Martha de sua jornada a alunos em MBA e pós-graduação da ESPM, Insper e Sebrae – além de coordenar projetos de inovação em sua empresa, a Inova 360°.

Kareen Terenzzo
Kareen tinha tudo para seguir sua carreira de sucesso, mas algo a dizia que ela deveria mudar – e ela resolveu ouvir. Deixou o cargo de gerência da Arezzo para estudar, aprender e viajar por países, livros e filmes – na crença de que para fazer um mundo melhor é preciso conhecê-lo por inteiro.
Alexandre Santos
Se a vida é um jogo, foi com um tabuleiro à mesa e os dados rolando que Alê percebeu que todo grande jogo tem uma história ainda maior por trás. Se nos jogos ele é um mestre RPGista, no Storytelling ele busca aprender as regras do jogo para construir uma história épica.

Fernanda Werson
Apaixonada por estórias, teatro, chocolate, diferentes línguas e culturas, Fernanda, depois de viajar para o exterior, aprender inglês, alemão e espanhol, trabalhar como professora e finalizar o curso de teatro, formou-se em Publicidade e Marketing na ESPM. Sem planejar, caiu de paraquedas em Los Angeles onde decidiu estudar para se tornar escritora. Com a personalidade completamente integrada ao elemento “água”, suas mais visíveis características são a capacidade de se adaptar e se envolver nos projetos em que trabalha. Agora, como membro oficial da Storytellers busca melhorar, aprender e se desenvolver sempre. Sua missão é causar mudanças nas formas de pensar e agir das pessoas, expondo-as a novas percepções




Tiago Cabral
Tiago Cabral é psicólogo e escritor, autor de livros como Sarlack: O Grande Dragão Verde, Ancorner e muitos contos. Entre um paciente e um personagem novo, ele colabora com a Redação Storytellers.

Stefano Giorgi

Stefano é apaixonado pela aventura e já provou isso no tempo em que serviu ao exército brasileiro. Hoje ele continua sua busca por novas aventuras, seja na publicidade, nas histórias ou em seus textos na Redação Storytellers.


Pedro Kastelic
Quando o jovem Pedro começava a colocar os primeiros pontos finais nos títulos de seus anúncios, descobriu que queria mais do que a propaganda convencional lhe permitia. Com o Storytelling começou um novo parágrafo em sua carreira, aprendendo palavra por palavra, jornada por jornada, o caminho para as grandes histórias.




Pedro Tancini

Pedro nasceu do conflito entre a engenharia mecânica e a criação. Escolheu seguir o caminho mais difícil e descobriu nele o seu encanto por contar histórias. Hoje, conta histórias como ator de teatro, escritor literário e produtor acadêmico. No Storytelling, encontrou a linha narrativa que reúne todos esses contadores, e procura nele seus próximos conflitos e nascimentos.




Claudio Siqueira

Estudante de Jornalismo, escritor, poeta e flamenguista não praticante. Fanático por HQ´s, apreciador de games, cartoons e RPG. Pesquisador de Etimologia e Religião Comparada, escreve drinkando e smokando entre os parágrafos.






Lançamento

static_page